Discurso de Formatura

Senhoras e senhores. Uma ótima noite para todos. Não vou falar de marketing esta noite. Nem de propaganda. Falarei sobre distância.
A distância na verdade é uma questão de percepção. Os senhores, por exemplo, não tem a menor ideia do quanto estas cadeiras estão distante desse palco.

Há quatro anos ao chegarmos a esse salão na nossa aula inaugural, estávamos sentados ai, onde os senhores estão, ouvindo o prof. Josué pronunciar o seu discurso sobre a EXCELÊNCIA DO ENSINO na Faculdade 2 de Julho e do sonho de fazer dessa instituição, uma Harward brasileira. Ouvimos atentos ao seu pronunciamento sobre o novo curso de Propaganda e Marketing da F2J. As perspectivas eram imensas. O curso era inovador, despertava o interesse de mentes criativas e ainda por cima, era o único do cenário baiano. O mercado estava aberto para nós.

Aprendemos que Marketing é muito mais que Propaganda. Que o estudo da sociologia está para a sociedade assim como… a antropologia está para o homem. Aprendemos merchandising, história e teorias da comunicação, língua portuguesa, língua portuguesa,  língua portuguesa, criação, fotografia, estatística, “semiotiquè”, marketing, planejamento estratégico e de propaganda, economia, mídia, estatística, psicologia e principalmente, SUPERAÇÃO!

Voltando a falar de distância, vou dizer o quanto foi preciso superar, para sair dessas cadeiras e chegar até esse palco. Foram necessários dezenas de finais de semana em casa estudando. Várias festas desprezadas. Praias que se transformaram em aulas aos sábados. Alguns domingos sem futebol. Programas culturais deixados de lado. Centenas de “não vou poder ir, preciso estudar”. Stress, tentativas de “coleguicídios”, muitas tardes corrigindo trabalhos com namorados ou namoradas. 48 mensalidades (essa dói só de lembrar). 1460 dias fazendo parte de um corpo discente. 39 disciplinas. Mais de 30 professores. Fotos, filmagens, edições de video, estudos de casos, pesquisas de mercado, 2 expomarks, planejamento estratégico, impressão de banners,  cartazes, revista, TCC e como se nada disso fosse suficiente, ainda vem a  formatura, convites, canudos, solenidade, músicas, jingles, mais vídeos… E tudo isso pra quê?

Para encher de orgulho os senhores ai da plateia. Para mostrar que os anos que vivemos sob à égide dos nossos pais e responsáveis, valeu a pena. Para poder convidar os nossos amigos e ouvir o famoso “parabéns por mais essa conquista”. Para fazer a felicidade de tantas pessoas com o nosso sorriso de alívio, quando dizemos. Conseguimos! “Chegamos ao começo”.

E como é bom dizer isso.

Infelizmente alguns colegas não conseguiram chegar até aqui conosco. Mas essas feras aqui ao fundo. Conseguiram.

Agora é preciso agradecer. A Deus, a família, aos cônjuges, aos amigos, aos namorados, a Faculdade, aos colegas, e é claro, aos nossos Mestres. Foram eles que conseguiram nos ensinar o que era a EXCELÊNCIA NO ENSINO, citada pelo Prof Josué. Mestres como os Eduardos Rocha e Sales, Verbena, Hércules, Caline, Gal Meirelles, Suzane, Gargur, Jorge Lisboa, Samantha, Josias, Mauro, Sebastião, Otília, Augusto, Ricardo, Gustavo, Barrige, Mohamed, enfim, uma seleção que nos ajudou a chegar até aqui e que amanhã chamaremos de “colegas” no mercado de trabalho. Aos funcionários da Faculdade: Marcinha, Paula, Adriana (confesso que essa é a minha preferida), Itamar, Alfredo, Álvaro, Silvio, o pessoal do áudio-visual e do NPC. A vocês todos: o nosso “muito obrigado”.

Mas nem tudo são flores. Colhemos alguns espinhos aqui também, durante esses quatro anos. Decepcionamo-nos, e muito, com algumas pessoas aqui, discutimos com outras, nos desentendemos várias vezes e brigamos com a Faculdade para conseguir algumas coisas para o nosso curso, também. Afinal, éramos um curso novo e as conquistas teriam que surgir junto às novas necessidades, apresentadas por nós à F2J. Mas qual é a família que não discute de vez em quando?

Contudo, falemos de distância. Elas acabaram. Agora os finais de semanas voltarão a ser ao lado da família. As festas já irão nos receber de novo. O futebol ou a academia a noite voltarão a ser uma possibilidade. O namoro depois das 18h, tornou-se possível novamente.

Vamos dar um descanso ao Google Academics e dar um pouco mais de atenção ao Orkut. E os livros sentirão a nossa falta um pouquinho. Afinal, agora merecemos um pequeno descanso. Depois virão a Pós, Mestrado, Doutorado, Pós-doutorado e etc.

Hoje é dia de festa, senhores. Descobrimos que a distância que nos separa do mercado de trabalho, diminuiu para poucos minutos. Subimos esse palco como formandos e desceremos dele como Bacharéis em Comunicação Social com Habilitação em Propaganda e Marketing. Os senhores e as senhoras têm noção do que isso significa?

Nós estaremos estudando o comportamento dos outros, descobrindo necessidades alheias e despertando desejos de quem nem conhecemos, para ajudar a vender produtos e serviços dos nossos clientes. Nós teremos a missão de formar opiniões, definir novas “necessidades”, estimular compras por impulso, definir a disposição dos produtos nas prateleiras para impulsionar as vendas, embalar políticos para presente nas eleições, definir mudanças estratégicas em corporações e até redefinir posicionamentos de marcas.

Teremos uma visão diferenciada do mundo. Veremos grupos como nichos, pessoas como público-alvo, problemas nas empresas como “oportunidades de negócios”, filantropia como uma possibilidade marketing social e visaremos lucro o tempo todo. Se necessário, estudaremos a quantidade de vezes que uma pessoa pisca os olhos num supermercado, para influenciar à sua permanência neste e, consequentemente, aumentar a possibilidade de compras no local. E agora não dá mais para desistir. Nem mudar o curso para enfermagem ou assistência social, como Eduardo tanto nos avisou…

Mas, fiquei confuso! Vocês gostariam de mudar de curso?

NÃO. Pois é. Amamos o que fazemos e o faremos da melhor forma possível em nossos trabalhos. Chegamos até aqui com garra, força, determinação, estudos, anseios, desejos, sonhos e agora tudo isso está virando realidade. Finalmente seremos diplomados como comunicólogos, publicitários, analistas de mercado, marqueteiros, enfim profissionais da propaganda e do marketing. Senhores e senhoras, essa é a nossa hora. O mercado está aberto para nós. Ávido pelas nossas competências. Ele nos espera. E ele não perde por esperar. Afinal, AS FERAS ESTÃO SOLTAS. Muito obrigado.

Vídeo da turma

Anúncios

2 comentários

  1. Nooossa!
    Parabens pelo discurso.
    Faço Publicidade e Propaganda, tô no 7° periodo e lendo teu discurso já passou um filme em minha mente!
    Sucesso na caminhada profissional. Bem sei que o NE é ótimo na Publicidade, mas ainda tem que crescer muito. Sou de Natal/RN e vejo o quanto lutamos por uma comunicação mais sólida.
    Parabens mesmo
    =)

  2. Parabéns pelo seu discurso…fugiu do tradicionalismo com muito bom humor, mas manteve a emoção…tomara que a minha diretora me deixe fazer algo assim…Parabéns e Sucesso !!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s